Feirão da Empregabilidade

O mês de março começa com o Feirão da Empregabilidade, que acontecerá nos dias 1º e 2 de março, das 8h às 18h, na Uniasselvi. O evento tem o apoio da Prefeitura de Blumenau e será realizado no Campus I da Uniasselvi, localizada na Rua Dr. Pedro Zimmermann, 385, bairro Salto do Norte.

Dentro da programação, terão oficinas sobre apresentação profissional; montagem de currículos e técnicas de entrevista; teste de orientação profissional; cursos rápidos de capacitação; além de estandes de vagas de empregos. O objetivo é dar oportunidade para aprimorar talentos, ensinar novas habilidades para capacitar o profissional e inseri-lo no mercado de trabalho.

Para participar do Feirão de Empregabilidade, basta clicar aqui e preencher o cadastro. No local terão empresas que estarão cadastrando pessoas em seu banco de dados, interessadas em uma futura oportunidade. Por isso é muito importante levar o currículo impresso. O evento é aberto a toda comunidade blumenauense.

 

Feirão do emprego

Anúncios

A importância de um bom processo de Recrutamento & Seleção

Um bom processo de Recrutamento & Seleção, é uma necessidade cada dia mais estratégica e complexa para as organizações.

O processo de seleção é essencial para o sucesso de uma empresa, pois é através dele que as organizações podem identificar talentos com potencial para fazer a diferença em um mercado cada vez mais competitivo. O grande desafio atual é a condução do processo de seleção para evitar falhas e o fracasso do processo. A falta de critérios e instrumentos adequados é um dos principais motivos deste fracasso, e na maioria das vezes, pode gerar grandes perdas financeiras. Isso sem falar sobre os custos que enganos como estes podem causar com relação à perda de tempo ou de clientes.

Toda organização vive de seus resultados e esses são gerados através de seus colaboradores, que precisam estar comprometidos com a organização e identificados com sua posição de trabalho. Sendo assim, evidencia-se a importância de um recrutamento e seleção eficaz e eficiente, que possa identificar a pessoa certa para o lugar certo.

Num processo seletivo se avalia o candidato de uma forma global, verificando suas experiências, habilidades, competências, e também o seu comportamento frente algumas situações que poderá vivenciar em seu novo trabalho. Mas antes de tudo, é preciso avaliar o candidato como pessoa, suas vivências, seus valores, pois todos antes de sermos profissionais, somos pessoas! E isto traz a humanização e credibilidade ao processo seletivo.

O que vejo acontecer em muitos processos seletivos é a seleção como algo mecânico, automático, parecendo mais um interrogatório, o que faz com que os candidatos se sintam intimidados, impossibilitando de fazer uma real avaliação do mesmo. E quando isso acontece, podem-se perder bons talentos, por falta de preparo do selecionador.

Um bom processo seletivo traz em suas diretrizes o respeito com os candidatos, boas técnicas de seleção, muita atenção, percepção aguçada e preparação do selecionador, para poder identificar os candidatos com potencial para cada tipo de vaga e empresa, pois não adianta o candidato apenas apresentar competências técnicas para a vaga, é preciso analisar se ele possui os mesmos valores e comportamentos desejáveis que a organização que está buscando este profissional. E para isso o selecionador precisa estar com o perfil da vaga e da empresa contratante muito bem definido.

Mais do que nunca, contratar e reter talentos é, hoje, um processo que exige muito profissionalismo. Afinal, ele também funciona como um cartão de visitas da empresa diante do candidato. Se ele for entrevistado por um selecionador despreparado, que não entenda a filosofia, e a cultura da organização e que esteja mais preocupado em oferecer quantidade do que qualidade, certamente, o candidato vai perceber e pode divulgar esta imagem distorcida, e poderá até mesmo desistir do processo seletivo. Portanto, o selecionador tem papel fundamental num processo de recrutamento e seleção.

O recrutamento e seleção é extremamente importante e deve trazer excelentes resultados para a empresa contratante e também para o novo colaborador. Porém, por melhor que seja a seleção, o candidato que for contratado precisará de um acompanhamento para se adaptar á nova empresa, cargo e equipe de trabalho, integração, etc., mas esse é um assunto para uma próxima conversa.

Com a consciência de que não dá para acertar sempre, pois o ser humano é muito complexo e encontrar talentos não é fácil, acreditamos que, um trabalho sério, que possua como foco a qualidade na gestão de recursos humanos, possa atingir o objetivo máximo de tornar sua empresa competitiva e lucrativa.

A importancia de um bom processo de recrutamento e seleção

Páscoa e Olimpíadas geram vagas para trabalho temporário

Só para a Páscoa são mais de oito mil vagas.
Até 15% dos temporários podem ser efetivados depois do fim do contrato.

 

A Sala de Emprego desta segunda-feira (15) vai falar sobre trabalho temporário. Só para a Páscoa são mais de oito mil vagas. Também tem oportunidades nas Olimpíadas, feriados e férias no Nordeste.

A boa notícia é que tem vaga temporária praticamente o ano todo e muitos empresários reforçam o time de funcionários acreditando que o consumidor vai voltar às compras. É o caso do comércio de chocolates.

Até 15% dos temporários podem ser efetivados depois do fim do contrato. “Sempre tem a possibilidade de efetivação. Aí tudo vai depender do desenvolvimento de vocês dentro da empresa. Existe essa possibilidade pela rotatividade do varejo”, explica Poliana Oliveira, assessora de RH.

 

Para quem está desempregado, precisa se virar ou só fazer um bico, a Páscoa também gera oportunidades. A Sala de Emprego foi até um curso de ovos de chocolate. “Não se preocupem que a gente sempre vende chocolate. Vai começar agora? Então começa já, faz uns bombonzinhos e dá para as pessoa experimentar e fala que você já tá vendendo”, orienta a confeiteira Marilena Ruiz.

Lidiana Sena guardou o dinheiro que recebeu quando foi demitida há quatro meses, pagou os R$ 20 do curso e comprou o material para fabricar os ovos em casa: “Eu já tinha essa vontade, mas o desemprego, foi um empurrão. Eu também quero fazer bolo, torta, quero trabalhar com isso. Agora, não quero mais voltar para o mercado”.

Olimpíadas
As Olimpíadas são uma ótima oportunidade para quem está precisando entrar no mercado de trabalho. Muita gente já está trabalhando duro na organização há algum tempo no Rio de Janeiro, onde vão acontecer os jogos, mas ainda tem vaga, pelo menos, três mil. E tem mais vagas: pelo menos 80 mil vão ser oferecidas pelas empresas contratadas pelo comitê para prestar serviços como hotelaria e alimentação.

Para todas as vagas, inclusive as terceirizadas, os candidatos devem se inscrever no site do comitê organizador: http://www.rio2016.com/vagas.

“Nos próximos meses estaremos anunciando três mil vagas para quem quiser trabalhar diretamente aqui conosco”, afirma Henrique Gonzalez, diretor de RH do comitê.

São vagas nas áreas de esportes, transporte, hotelaria e também para jornalistas. “O perfil são pessoas dispostas a participar de um evento complexo, que necessita de proatividade, necessita de soluções rápidas, de muita empatia. São embaixadores que estão em contato com todo mundo, então, muito sorriso, muito olho no olho e muita vontade de ajudar, principalmente o estrangeiro que está vindo para o Brasil”, explica Gonzalez.

Turismo no Nordeste
No Nordeste, o movimento de turismo é o ano todo e Fortaleza é um dos destinos mais procurados.

Todo período de alta estação é assim: quanto mais movimento, é preciso mais gente para atender os turistas. Só um empreendimento que reúne resort, barraca de praia e parque aquático contrata 320 temporários para os períodos de dezembro à fevereiro e nas férias de julho. “O temporário chega com um gás, é novo e chega bem entusiasmado. Realmente vem com esse brilho no olho que a gente precisa aqui”, conta Cecília Vieira, gerente de RH.

Pode até demorar um pouquinho para pegar o jeito, mas a dedicação de quem faz de tudo para conseguir o emprego definitivo é o maior trunfo dos temporários. A esperança dos temporários de conseguir ser contratado tem justificativa: só nesse empreendimento, por exemplo, a cada ano por volta de 20% deles acabam sendo efetivados no emprego para substituir funcionários que deixam o trabalho ao longo do ano ou porque se destacam tanto no que fazem que garantem uma vaga extra.

Ganha o funcionário, ganha toda a cadeia do turismo que aumenta os empregos. “No caso da hotelaria, da hospedagem, é uma média de 26% a 28%. Aí nós já temos também alimentação, barracas de praia, além disso, temos os guias também que têm uma oferta bastante significativa nesse período de pico”, garante Valdo Mesquita, coordenador de estudos e pesquisa da Secretaria de Turismo.

 

 

O encanto das cores :)

Postagem Blog Casnaval

 

O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, onde, no passado, as pessoas jogavam uma nas outras, água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior a quaresma e, portanto, tinha um significado ligado à liberdade. Este sentido permanece até os dias de hoje no Carnaval.

 

O entrudo chegou ao Brasil por volta do século XVII e foi influenciado pelas festas carnavalescas que aconteciam na Europa. Em países como Itália e França, o carnaval ocorria em formas de desfiles urbanos, onde os carnavalescos usavam máscaras e fantasias. Personagens como a colombina, o pierrô e o Rei Momo também foram incorporados ao carnaval brasileiro, embora sejam de origem europeia.

 

No Brasil, no final do século XIX, começam a aparecer os primeiros blocos carnavalescos, cordões e os famosos “corsos”. Estes últimos, tornaram-se mais populares no começo dos séculos XX. As pessoas se fantasiavam, decoravam seus carros e, em grupos, desfilavam pelas ruas das cidades. Está ai a origem dos carros alegóricos, típicos das escolas de samba atuais.

 

No século XX, o carnaval foi crescendo e tornando-se cada vez mais uma festa popular. Esse crescimento ocorreu com a ajuda das marchinhas carnavalescas. As músicas deixavam o carnaval cada vez mais animado.

 

A primeira escola de samba surgiu no Rio de Janeiro e chamava-se Deixa Falar. Foi criada pelo sambista carioca chamado Ismael Silva. Anos mais tarde a Deixa Falar transformou-se na escola de samba Estácio de Sá. A partir dai o carnaval de rua começa a ganhar um novo formato. Começam a surgir novas escolas de samba no Rio de Janeiro e em São Paulo. Organizadas em Ligas de Escolas de Samba, começam os primeiros campeonatos para verificar qual escola de samba era mais bonita e animada.

Fonte: suapesquisa.com

 

 

10 Dicas para se ter sucesso no trabalho

Atualmente no mundo globalizado em que vivemos, a concorrência no mercado de trabalho tem se tornado cada vez maior e mais competitiva. Além de estar qualificado por meio de estudos e cursos, é necessário desenvolver atitudes que lhe diferenciem das outras pessoas.

Como dizia Albert Einstein, “Não há nada que seja maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperar resultados diferentes.”

Portanto segue 10 dicas que você pode aplicar nesse novo ano que lhe ajudarão a obter resultados diferentes e satisfatórios.

  •  Proatividade

    Não espere ser mandado para realizar suas tarefas e obrigações diárias.

 

  •  Conhecimento

    Você não precisa ser o famoso bajulador dos seus superiores basta reconhecer que eles possuem mais conhecimento de como funciona o departamento e a empresa e que os mesmos têm muito conhecimento de processo a transmitir.

 

  • Habilidade

    Busque desenvolver e aplicar no seu trabalho as experiências que já possui em determinadas situações. Esteja disposto a cumprir com excelência todas as tarefas que lhe forem designadas, mesmo não sendo sua área de atuação, assim estará desenvolvendo mais habilidade.

 

  • Positividade

    Tenha sempre uma postura positiva, deixe as reclamações e mau humor de lado e estampe um sorriso no rosto. O negativismo não ajudará a resolver seus desafios, e ainda afastará as outras pessoas de você.

 

  • Empatia

    Tenha consciência que a empresa possui outros departamentos e colaboradores com culturas diferentes. Então quando demonstramos empatia estamos nos colocando no lugar de outra pessoa quando solicitamos que algum processo seja realizado.

 

  • Planejamento

    Aquele que erra na hora de planejar já está traçando seu fracasso. Para se ter sucesso no trabalho, o planejamento é uma das principais ferramentas. Precisamos conhecer os objetivos, metas, resultados, em seguida fazer uma autoanálise para conhecer a situação e definir ações de como alcançar o desejado.

 

  • Organização

    Mantenha seu ambiente de trabalho limpo e organizado: sua mesa, armário, área de trabalho. Tenha sempre próximo suas principais ferramentas de trabalho, uma boa dica é aplicar o programa de implantação de qualidade conhecido como os 5s .

 

  • Motivação

    Quando começar o seu dia de trabalho visualize a sua principal motivação de estar lá. Para alguns é o sucesso profissional; para outros, objetivos financeiros como por exemplo, carro, casa, viagens entre outras coisas.

 

  • Inovação

    Segundo Steve Jobs, “As pessoas não sabem o que querem, até mostrarmos a ela.” Por isso desenvolva sua capacidade de inovar, os processos, o atendimento, fazer algo diferente do que os habituais já realizados.

 

  • Dedicação

    É necessário ter o conhecimento de que o funcionário bom é aquele que faz falta, não seja um centralizador de processo, mas sim um multiplicador de resultados.

     

    Por fim, vista a camisa da empresa, tenha o logo dela em seu coração, porque afinal de contas é lá que você passa a maior parte de seu tempo. E se sua empresa progredir como consequência você progredirá junto.

 

Postagem Blog 2

 

Passos Rumo ao Pódio

              Ano novo, vida nova! O Jornal Santa Catarina publicou uma matéria sobre quem pensa em mudar de emprego em 2016, e as respostas foram citadas pela nossa gerente geral,  Alessandra Ensslin Buzetto. Para isso,  se deve seguir alguns passos importantes para obter sucesso profissional.  Em momento de crise econômica é preciso analisar bem se a mudança é a melhor saída. Já avaliou o seu motivo do seu interesse em trocar de emprego? Já tentou conversar com seu gestor para reverter seu descontentamento? Se a resposta for sim, a especialista recomenda que você comunique à chefia sobre a decisão de sair, planeje suas ações, e elabore o currículo a fim de ativar sua rede de contatos.

             O currículo é o cartão de visita de quem está em busca de um novo emprego, portanto deve ser simples, objetivo e de fácil leitura. Engana-se quem pensa que um currículo extenso é o melhor, nesse caso a regra é “menos é mais”. 

  1. Se seu objetivo é conseguir uma função melhor no trabalho é necessário que você tenha experiência comprovada na área e se especialize constantemente. Lembre-se que em muitos casos mudar de função ou conseguir um cargo melhor não significa maior remuneração, avalie realmente qual seu objetivo e o que você busca.
  2. Se especializar é um diferencial em cargos mais estratégicos. Na verdade, é uma soma, um conjunto de fatores que contam como experiência profissional, habilidades comportamentais e as especializações.
  3. Caso o objetivo seja mudar de área empreender ainda é a melhor opção. Mas como o momento é de crise econômica, avalie se é a hora certa. Arrisque somente se estiver seguro com a decisão.

Postagem Jornal